segunda-feira, 28 de março de 2016

Febre de Oropuche:a segunda febre arboviral mais freqüente no Brasil

A febre dе Oropouche, tаtambém chamada dе febre dе Mojui, consiste еm umа doença viral (causada роr um arbovírus), quе ocorre еm áreas tropicais е é transmitida реlа picada dо mosquito dа espécie Culicoides paraensis, popularmente conhecido соmо mosquito pólvora оu marium. Eѕtа moléstia ocorre mаіѕ freqüentemente nа região amazônica, nо Caribe е nо Panamá. A doença possui о nome dа região onde а doença fоі descrita реlа primeira vez, о Rio Oropouche еm Trinidad е Tobago, nо ano dе 1955. Nо Brasil, еѕtа doença fоі descrita primeiramente nо ano dе 1960. Atualmente, Febre do Oropuche perde apenas para a dengue em termos de número de infectados, sendo, portanto, considerada a segunda febre arboviral mais freqüente no Brasil. Para saber um pouco mais clik no link: http://www.revistaencontro.com.br/app/noticia/atualidades/2016/01/15/noticia_atualidades,156046/febre-do-oropouche-conheca-a-segunda-doenca-febril-mais-frequente-no.shtml

sábado, 26 de março de 2016

FELIZ PÁSCOA

O Blogger "Pediatria em Foco" deseja uma FELIZ PÁSCOA  a todos os seus leitores e Fiéis Escudeiros Visitantes (F.E.V.S). 

sexta-feira, 25 de março de 2016

Blogger "Pediatria em Foco": ultrapassando os 300.000 acessos

Nesta sexta feira santa (25/03), o Blogger oficial do Internato em Pediatria I da UFRN, o "Pediatria em Foco", atinge mais uma expressiva marca, ultrapassando os 300,000 acessos. Credibilidade é isto!  Os "olhares desconfiados" ficaram definitivamente para trás. Agora é continuar seguindo em frente, sempre em frente, devagar, devagarinho, apenas sob olhares esperançosos. Agradecimento especial aos nossos leitores e Fiéis Escudeiros Visitantes (F,E,Vs), Muito obrigado!

quarta-feira, 23 de março de 2016

PED I: despertando encantamentos e paixões

O Internato em Pediatria I da UFRN (PED I) já algum tempo vem despertando encantamentos e paixões entre os seus discentes. Prova disto, são as inúmeras fotos, vídeos, depoimentos, frases, e mensagens em que eles externam suas visões/percepções sobre o próprio internato e/ou  sobre a pediatria. Neste sentido, é com muito prazer, alegria e satisfação, que o Blogger "Pediatria em Foco" posta mais uma destas frases de autoria da doutoranda Lorena Carolina, frase esta sentimentalmente materializada na própria foto. E parafraseando um ditado popular: "Contra FOTOS, não há argumentos!

segunda-feira, 21 de março de 2016

Retinoblastoma: "Seu olhar pode fazer a diferença"

O Blogger "Pediatria em Foco" posta um excelente vídeo idealizado pela Drª Annick Beaugrand, medica onco - hematologista pediátrica, e professora do Departamento de Pediatria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O vídeo  realizado em parceria com a Casa Durval Paiva, sob o titulo, "Seu olhar pode fazer a diferença", aborda o tema retinoblastoma. Para vê-lo por completo, basta clicar no seguinte link: http://www.casadurvalpaiva.org.br/videos/77/seu-olhar-pode-fazer-a-diferena-diagnstico-precoce

sábado, 19 de março de 2016

Mais uma "logo" : o Bye, Bye PED I

Recentemente, o Internato em Pediatria I da UFRN (PED I) ganhou mais um logo oficial. Agora é a vez do Bye, Bye PED I, a tradicional festa de despedida  dos doutorandos por ocasião do término do PED I. A autoria é da doutoranda BÁRBARA MONITCHELLY FERNANDES CHAVES. Simples e criativa, a "logo" traduz na sua essência, o espírito do Bye, Bye PED I.

segunda-feira, 14 de março de 2016

Suplementação Medicamentosa Profilática em Pediatria: RN a termo e AIG

Um dos aspectos mais importantes da consulta pediátrica , em particular da Puericultura, diz respeito a suplementação medicamentosa profilática. Crianças a termo (> 37 semanas), prematuros (< 37 semanas), e aquelas com peso adequado para idade gestacional (AIG) e baixo peso (PN < 2500), divergem quanto as suas necessidades . Para ver como deve ser a suplementação medicamentosa profilática de crianças a termo, AIG , em aleitamento materno exclusivo (AME), basta clicar na imagem. 

sábado, 12 de março de 2016

Dengue x transfusão

Exame detecta vírus em transfusão
Em estudo recentemente publicado no The Journal of Infectious Diseases  revelou que em uma grande epidemia de dengue , em torno de 0,51% das pessoas que compareceram aos hemocentros para doar sangue estavam com o vírus causador da doença (DENV), embora não apresentassem  sintomas durante o procedimento. Para ver por completo a reportagem, click no link: http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/exame-detecta-va-rus-em-transfusa-o/340357

terça-feira, 8 de março de 2016

Microcefalia: o que é; causas e complicações

Microcefalia
- A microcefalia (do grego: mikrós=pequeno;kephalé=cabeça) é uma condição neurológica rara na qual a cabeça do feto ou da criança é significativamente menor do que a de outros fetos ou crianças do mesmo estágio de desenvolvimento ou do mesmo sexo e idade.
- Pode ser causada por vários fatores genéticos e adquiridos.  Usualmente resulta de uma anormalidade do desenvolvimento do cérebro ainda no útero ou é precocemente adquirida na infância. Outras causas podem incluir a fusão prematura das suturas entre os ossos do crânio da criança, anormalidades cromossômicas, (ex a síndrome de down), anóxia cerebral (decréscimo do oxigênio no cérebro fetal), infecções do feto durante a gestação, exposição a substâncias prejudiciais durante o desenvolvimento fetal, desnutrição severa e fenilcetonúria não controlada. 
- Algumas crianças com microcefalia têm inteligência normal, embora suas cabeças permaneçam pequenas para seu sexo e idade. Mas na dependência da sua causa e severidade, a microcefalia pode gerar, entre outras, as seguintes complicações: retardo de alguns aspectos do desenvolvimento, tais como fala e movimentos, dificuldades de coordenação e equilíbrio, pequena estatura, distorções faciais, hiperatividade, retardo mental e convulsões.

domingo, 6 de março de 2016

Zika x Microcefalia: existe alguma relação?

 Cientistas afirmam terem encontrado o elo
- O Zika vírus ataca e destrói as células cerebrais humanas em desenvolvimento, anunciaram os cientistas do Instituto de Engenharia Celular da Universidade John Hopkins nos Estados Unidos, num artigo publicado na revista norte-americana Cell Stem Cell.
- A prova científica que se esperava foi encontrada em testes realizados em laboratório, nos quais foram utilizadas células-troncos humanas cultivadas in-vitro, segundo o artigo da revista científica. Os cientistas observaram que o Zika vírus infecta de maneira seletiva as células-troncos que formam o córtex cerebral, impedindo-as de se multiplicar normalmente para formar novas células, o que acaba por causar a sua destruição.
- Na experiência, os cientistas expuseram três tipos de células humanas ao Zika vírus. As primeiras, chamadas células neuroniais progenitoras, são essenciais para o desenvolvimento do córtex cerebral do feto. O dano provocado pelo Zika vírus nessas células, que ao se diferenciar se tornam neurônios, corresponde aos defeitos encontrados no cérebro vítima da microcefalia.
- “Nossos resultados demonstram claramente que o Zika pode infectar diretamente as células neuroniais progenitoras humanas in-vitro com uma grande eficácia. (…) Agora que nós sabemos como as células neuroniais que formam o córtex cerebral são vulneráveis ao Zika, elas podem também ser utilizadas para uma detectação rápida da infeção, desenvolvendo-se novas terapias em potencial”, conclui o relatório da Universidade John Hopkins.
Fonte:www.msn.com

sexta-feira, 4 de março de 2016

Ictericia Neonatal - Manejo

Em consonância com sua "Política" de divulgar material cientifico - didático produzido pelos doutorandos durante o Internato em Pediatria I da UFRN, o Blogger "Pediatria em Foco" posta mais um excelente Projeto de Intervenção. Desta vez, um lindo Banner com gráficos e tabelas abordando o tema  Ictericia Neonatal e o seu manejo em RNs maiores e menores que 35 semanas . Vale a pena conferir este material! Para ver o Banner do PED I por completo, é muito fácil. Basta acessar o link: http://pt.slideshare.net/blogped1/ictercia-neonatal-59107318

terça-feira, 1 de março de 2016

Atividades Cientificas PED I

O Internato em Pediatria I da UFRN (PED I) finaliza nesta quarta (02/03) sua programação teórica junto a turma de doutorandos 2016.1.1. Serão 02 interessantes atividades Cientificas, a saber: 1 ) Sessão Clínica Casos Ambulatoriais Interessantes (C.A.I) - abordando um caso de icterícia prolongada; 2) "Flash" em Pediatria - abordando o tema Psoríase na infância. Importante ressaltar que os casos são 100% PED I, ambos oriundos do ambulatório de pediatria geral da Unidade de Pediatria do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL).

LAPED UFRN : o "Retorno"

Nesta terça feira, 01/03, A Liga Acadêmica de Pediatria da UFRN - LAPED UFRN  retorna suas atividades  neste ano de 2016. 0  "Retorno" será  em grande estilo, com um grande ícone da Dermatologia  do RN : Dr Larissa Morais . O tema a ser abordado nesta Reunião Cientifica será: Lesões Dermatológicas do RN . Vale a pena conferir.